24º Aniversário e Meu 1º livro na Amazon

quarta-feira, 30 de novembro de 2016
Olá, pessoas! :3
Para quem não sabe hoje é meu aniversário, o 24º, para ser mais exata. Mais um ano completo e não tenho mais centímetros de altura para ganhar. haha (Adoro fazer piada com minha altura.)
E sempre deixo uma idade com saudade dela. Lembro como gostei de cada idade que tive, eu passo um ano falando a minha idade e de um dia para outro, tenho que somar mais um. Não que seja uma coisa ruim! Não estou dizendo isso!
Alias, é o dia mais lindo do ano para mim! É um dia que não tem nada que me deixe triste, afinal, é meu aniversário.
Foi mais um ano de aprendizados, muitas escritas, leituras e muitas outras coisas. Mesmo que eu reclame muito dessas coisas no meu dia-a-dia. =D
E se tem algo que os cantores e artistas de Jpop me ensinaram foram: Lance algo no dia di seu aniversário. É exatamente o que estou fazendo hoje. Publicando o meu primeiro livro solo na Amazon. Eu tô toda boba e feliz!
Mesmo tendo feito tudo dentro de menos de um mês, o livro ficou prontinho no ar. E com todas as etapas feitas por mim. O motivo? Queria o custo zero mesmo, não tenho nada para investir. Mas, tenho conhecimentos em cada uma dessas áreas também, então, por que não?
Lhes apresento o meu primeiro livro disponível para leitura na Amazon: As Aventuras de Jimmy Wayn - O Menino Virgem.


Sinopse:
Jimmy Wayn é um garoto de 16 anos, que sofre de um grande problema, ele ainda é virgem, sendo muito zoado pelos seus inimigos do colégio. Os amigos e família entendem, já que ele deseja que aconteça na hora certa e com a pessoa certa. Ele também tem uma banda que escreveu uma música que conta seu dilema da virgindade. Em forma de diário, Jimmy conta as confusões que apronta com os amigos, além de contar seus sonhos e sentimentos, fazendo que tudo fique bem engraçado.
Link para compra na Amazon | Livro no Skoob



Trechos:
"E foi para seu lugar. Indireta categoria direta, bem na Samira, sem disfarce algum. Porém, minha amiga é esperta e não se deixou abalar. Ela e Isabelle trocam unhadas e patadas desde o ano passado. Uma não foi com a cara da outra. Isabelle com a Samira por ela ser Nerd. Isabelle o-de-i-a Nerds! E a Samira com a Isabelle pelo fato de odiar nerds e também por Isabelle ser uma loira que usa chapinha, desprovida da inteligência, mas sempre quando quer nota, pede ajuda a ela. Principalmente matemática! Mas, entre patadas e unhadas, se chega a um acordo: de se falar somente o necessário, quando necessário!"
"Sábado, depois que todos foram embora, ela chamou minha irmã e pediu pra ela dar opinião a respeito do vestido preto que havia comprado. Eu conseguia ouvir as duas, o quarto é bem do lado do meu. Eu ouvi a animação da minha da irmã com o vestido e fingi que ia beber água pra passar pelo quarto e ver as duas. Assim, passei por lá. Em frente à porta, desacelerei e vi Aya na cama sentada e Samira se olhando no espelho, com um vestido de costas abertas."


Não se preocupem que vou fazer uns posts especiais lá no Contos Anê   (e formato de vídeo) e postarei aqui também, só não pude mesmo por conta de ser época de provas e a pessoa aqui tá pendurada em algumas matérias.
Enfim, fiquem com o vídeo onde fiz uma Mini-making of desse trabalho solo. haha


Espero que quem for ler o livro goste e se divirta com esse menino, assim como eu me divirto escrevendo como ele. Como me diverti e ri revisando, como babei na diagramação e fiquei boba quando livro entrou no ar! haha
Avante, JV! O mundo é seu!

Filme: Os Boxtrolls

sábado, 26 de novembro de 2016

Olá, pessoal. Quem quer saber sobre mais um filme legal para ver naquela tarde tediosa.
E sim, quando você está só passando pelos canais ou só olha pela enorme lista de filmes de alguns site de streaming, ai você sempre acaba caindo naquela animação divertida, só para assistir descompromissadamente e se divertir um pouco.
Este é caso do filme Os BoxTrolls. O filme é feito em stop motion, no mesmo estilo da Noiva Cadáver, por exemplo.
O filme com a história da cidade de Ponte Queijo, uma cidade que é famosa pelos queijos obviamente, e do menino que se chama Ovo e foi criado pelos Boxtrolls. Eles são uns trolls que usam caixas como roupas e vivem no subterrâneo. Eles só saem a noite para simplesmente explorar a cidade.
Mas, o Sr. Arquibaldo (na versão BR dublada) manipulou toda a cidade para achar que os boxtrolls são criaturas horrendas e que só fazem mal para os outros. Mas, a única coisa que Arquibaldo quer é se mostrar e se sentir útil para algo. Então, ele caça os boxtrolls e os mata. Limpando essa "praga" da cidade.
Ovo ficou orfão, pois seu pai está desaparecido tem anos e confiou o filho aos trolls, então Peixe virou seu pai. O Menino desde bebê convive com eles e acredita ser um deles. Então, numa das noite de caçada, ele conhece Winnie, que é a filha do prefeito da cidade. A partir dai que a história se desenrola.
É um filme bem divertido, fofinho na parte da cidade dos trolls e também que nos coloca a pensar sobre as diferenças. É muito interessante Winnie mostrando a Ovo que na verdade ele é um menino, porém o garoto não acredita nela, pois é completamente diferente da vivência que ele tem.
A gente se apaixona mesmo pelos trolls e adorei a jogada dos nomes deles serem o que estão escrito ou desenhados nas caixas.
Só não conto mais do filme para não estragar a surpresa. Mas são esses filmes que me fazem amar mais e mais assistir animações. Acho que gosto mais disso do que romance, admito.

Top 5 #23: Animes que assisti por causa de Seiyuus

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Olá, pessoal! Hoje é dia de mais um Top 5 aqui no blog e sim, vou falar de seiyuus de novo e de animes de novo. É uma das coisas que mais gosto né? O que se pode fazer? Falar. Exatamente! hahaha
Você devem até me estranhar eu assistir um anime só por causa do cast de dubladores. Poxa, você vai ver só por causa do carinha que faz a voz de fulano? Sim!
Não tem gente que assiste um filme/série só pelo tal ator, ou por tal diretor ou por tal pessoa que ele é fã. O princípio é o mesmo!
Então bora para o top!

Menção Honrosa: Nagato Yuki-chan no Shoishitsu
Hoje temos esse extra porque sim! haha Foi um anime que assisti por causa dos dubladores, exatamente todos, mas não foi só isso que me levou a assistir. Também está atrelado ao fato de ser spin-off de uma série que eu amo: Suzumiya Haruhi no Yuutsu.
Temos as maravilhosas Minori Chihara, Aya Hirano, Yuko Goto e também os maravilhosos Tomokazu Sugita e Daisuke Ono. E o resto do cast também, só não lembro os nomes mesmo. haha

Agora sim, entrando no top de verdade! haha

5- Ao Haru Ride
Este anime é aquele típico shoujo dramático. Admito ter visto o anime muito rápido, porque a história me prendeu. Mas, a real razão para eu ter começado foi o protagonista masculino, o Kou, ser dublado para Kaji Yuuki. E depois eu eu descobri que o Hirarin (Daisuke Hirakawa) dubla o irmão do Kou.
Ao Haru Ride no My Anime List

4- Ookami Shoujo to Kuro Ouji
Este também shoujo, mas é de comédia. Eu tinha lido o mangá antes de ver o anime, mas o que me animou mesmo foi o protagonistas serem dublados pela Kanae Ito, que faz a Shinohara Erika, e o Takahiro Sakurai, que é o Sata Kyouya. (Sem contar que também amo a abertura e encerramento desse anime.)
Ookami Shoujo to Kuro Ouji no My Anime List

3- Kyoukai Senjou no Horizon
Mas é claro que tinha que ter algum anime em que a dubladora favorita trabalhou. hahaha
A própria: Chihara Minori. A maior razão foi ela cantar a abertura do anime, que é uma coisa incrível chamada Terminated.
Fui ver o anime por curiosidade e para descobrir quem ela dublava, não levei cinco segundos para descobrir, porque ela começa o anime cantando. ahahha É sério!
Kyoukai Senjou no Horizon no My Anime List

2- Saint Seiya: The Lost Canvas
Aqui entramos nas ondas do maravilhosa época de 2009/2010, onde tivemos colaborações entre Nana Mizuki e Aya Hirano, aka coisa que muito sonhavam na época. Até citei isso no Top 5: Melhores colaborações do Animelo Summer Live.
Enfim, o Lost Canvas tem um cast maravilhoso de dubladores que só fui descobrir mesmo quando olhei a lista.
Ser fã de Saint Seiya ajudou e as moças trabalhando juntas, pela segunda vez seguida, me fez assistir o anime. Sofro até hoje porque cancelaram a terceira temporada. =(
Saint Seiya: The Lost Canvas no My Anime List

1- White Album
E sim, este aqui é campeão. Eu nunca procuraria esse anime para assistir sozinha, agradeçam a Nana Mizuki e Aya Hirano de novo.
É um Jousei com drama bem legal, mas admito não ter sido o melhor anime que vi na minha vida.
Ele vale pelas chara song da Nana e da Aya mesmo, que estão lá no meu MP3.
E teve segunda temporada que eu nem vi. ahahah
White Album no My Anime List

Bem, pessoal. Esse foi o top de hoje. Espero que tenham gostado.
Até a próxima!

As ideias que se perdem

sábado, 19 de novembro de 2016
Tem horas em que eu me arrependo profundamente de não sempre uma caderno colado comigo.
Um caderninho companheiro de todas as horas e companheiro de todas as ideias que estalam e logo somem. Com ele, com certeza, seriam ideia guardadas e aproveitadas.
Inspiração é assim, infelizmente, a gente não controla. Por isso dizemos "Momentos de inspiração". (E não tem nada a ver com respiração.)
São os momentos que as ideias simplesmente nos resolvem dar as caras, se mostrar e o pior que as safadas fazem isso de uma maneira que nos ficamos encantadas e desesperados para não as perdem. Mas também parece que o prazer delas é brincar de pique-esconde.
Elas vão parar em algum confim de nossa cabeça e talvez para nunca mais voltar.
E o gente fica triste, se revolta, se frustra, tudo por ter deixado a ideia incrível se perder.
E as vezes, se pararmos para pensar bem, a ideia nem podia ser grandes coisa. Mas se bem que ter o caderninho para anotar e garantir essa teoria depois seria muito bom né?
Mas existem ideias que são assim mesmo, elas são tímidas, eu diria. Aparecem, ter vergonha e fogem.
Temos que aprender a conviver com elas, como muitas coisas nessa vida!

Kyon #14: Arte de procrastinar

terça-feira, 15 de novembro de 2016
Olá, pessoas! Kyon de volta.
Estavam com saudades de mim?
Perdoem-me a demora a voltar a postar, mas é sobre exatamente isso que falarei hoje.
Só demorei a postar porque tanto eu quanto Anelise vivemos fazendo isso. Mas ela é mais experiente que eu nisso! haha
Falarei sobre a arte de procrastinar. Sim, a arte de enrolar para fazer alguma coisa.
Sabe quando você tem todo o tempo que quiser para fazer algo e mesmo assim não faz? Tá procrastinando na pior cara de pau que existe.
Você vê o tempo indo embora e você apenas "queria estar morta".
Só não dá mesmo vontade de fazer, só isso, não tem explicação. E geralmente é quando tem algum prazo envolvido.
O que será que acontece para a gente acabar procrastinando?
A gente sabe que é algo bom e porque mesmo assim fazemos? Alguém me explica!
Talvez o maior fator seja a preguiça ou até um bloqueio criativo que ataca na hora, ai a gente tenta esperar passar, mas de nada adianta.
E quando se vê, tá tudo atrasado, acumulado e você começa a surtar, se arrependendo de procrastinar.
E quais são as melhores armas para procrastinar em? Existem tantas. haha
Redes sociais (facebook, youtube), Netflix e outros serviços de streaming onde se pode assistir alguma série/anime/dorama. Qualquer coisa que se faça "gastar tempo" é uma arma de procrastinação.
E como a gente combate isso?
Do jeito mais simples possível: Não faça!
Se perceber que está enrolando, parar imediatamente e se focar no que tem que fazer, independente do que for: escrever, ler, estudar, etc.
Acredito que seja apenas assim que se pode parar de procrastinar: tendo consciência e parando.

Bem, esse foi o meu post de hoje. Engraçado que se assemelhou e muito ao estilo que eu fazia lá no Blog do Kyon.
Epsero que tenha gostado.
Até a próxima!

5 anos do blog e novidades

sábado, 12 de novembro de 2016

Olá, povo! Acho que vocês nem fazem ideia de que dia é hoje né? haha
Faz exatos 5 anos que eu fiz a primeira postagem nesse blog e estou aqui até hoje.
Ainda lembro das coisas que postava aqui no início, era só uns textinhos bobos, que faço até hoje no blog. Só que com menos frequência!
Tão feliz de comemorar mais um aniversário do blog. Agradeço a todos que me visitam aqui e que continuam acompanhando, mesmo que maioria dos assuntos não tenha muito a ver com vocês.
Eu faço cada post desse blog com muito paciência, sangue, suor, digitadas e lágrimas. (Só para manter a piada!)
E com o aniversário do blog também trago novidades. A primeira já devem ter percebido: o novo layout/visual do blog. Aquele marrom/bege/sei lá e fundo de naipes tava me dando agonia. O blog tava poluído já! Mas mantive o vermelho por razões óbvias e deixei tudo mais clean, tô numa vibe mais clean desde que troquei o layout do Garota Zodíaco no ano passado. Quis isso aqui também!
E tirei todas aquelas coisas da coluna de perfil do blog. Também tava poluído e confuso, ainda mais com o HTML de base não permitir usar os recurso do blogger direito. Agora posso adicionar gagdets e tirá-los em paz! :3
A segunda novidade é que vou fazer uma maratona de resenha de mangá nesta reta final de 2016 (calma não o fim do ano porque meu aniversário nem chegou ainda). Aproveitei os mangás que comprei no evento geek na faculdade e vou lê-los e também farei a mesma coisa com alguns mais antigos, que tem anos que li. Todos merecem ser resenhados. (E acho que resenhas de mangás são algo diferente que o blog tem também.)
Temos fotinhas e vou pôr a lista em baixo. =D

Da esquerda para a direita/cima para baixo:
1. Orange - Volumes 1 ao 5;
2. Princess Ai - Volumes 1 ao 3;
3; The Wedding Eve - Volume Único.

Da esquerda para a direita/cima para baixo:
1. Ano Hana - Volumes 1 ao 3;
2. Helter Skelter - Volume Único;
3. Yakuza Girl - Volumes 1 e 2;
4. JAM!! As Justiceiras - Volume Único.


E que venham muito mais posts e aniversários do blog.
Parabéns, Shizen! <3

Lançamento: A Vadia - Gislaine Oliveira

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Olá, pessoal! Olha, admito ter segurado essa divulgação um pouco, porque eu queria fazer ela quando todas as informações estivessem disponíveis.
Se trata do nome livro da autora parceira do blog (e amiga): Gislaine Oliveira. E o livro em questão é A Vadia.
Nem preciso dizer o quanto fiquei feliz ao saber que tinha mais um livro dela a caminho e ao ver essa premissa maravilhosa e totalmente fora do "padrão", pelo menos em questão do ponto de vista. Tô louca para ler, de verdade.
Confiram a sinopse, quotes, opiniões. Tudo o que se tem direito. (A foto de cima são os personagens do livro desenhados. Tão kawaii!)


Sinopse: Esta não é uma história de amor comum, destas que você está acostumado a ler. Existe a menina boazinha? Sim! O menino bonzinho? Sim! A menina invejosa que quer separar os dois? Claro! Então o que é que esse livro tem de tão especial? Você já vai descobrir. Esta história não será contada por um narrador desconhecido, nem pelo casal apaixonado. Contrariando todas as expectativas dos românticos de plantão, quem contará a história será ela: A Vadia.

Apresentações não serão necessárias. Você já conhece A Vadia. A garota alta, loira, peituda e fútil. Ela é a rival, a arqui-inimiga da garota tímida e do bem por quem o cara se apaixona. A piranha que dá em cima do mocinho e que também abandona um namorado só porque ele é pobre.

Você já conhece esta trama. Mas deve saber que toda história tem dois lados. Você já conhece um. Agora vai conhecer o outro!

Opinião dos leitores:
"Eu adorei o livro, pois é algo totalmente novo. Nos mostra que existe o lado do outro, o lado que normalmente não paramos para pensar. Simplesmente julgamos. E o livro nos faz pensar nisso, avaliar as situações de outra maneira." 
(Clarissa Fell Grings, Leitora beta)

"Uma história leve, divertida, com personagens verossímeis e que nos farão refletir." 
(Marcela carvalho, Leitora beta e blogueira - http://devaneiosdalua.wordpress.com/ )




E temos um book trailer! (Já disse que adoro eles?)


O livro entrou em pré-venda no último dia 4 de Novembro e a mesma vai até 18 de Novembro. (Alias, parabéns Tingola. hahaha É a gata da autora!)
Vocês podem adquirir A Vadia, apenas em e-book, por este link. O livro está disponível para adicionar a sua estante no Skoob.
E também vão ter brindes de pré-venda em! =D

Desejo a Gih todo o sucesso neste novo livro, que as pessoas leiam e que gostam. :3 (Quem sabe eu não me inclua nisso?)
Vou deixar os links de contato da autora para poderem falar com ela, se desejarem. Isso inclui o blog dela visse?

E-mail 1 / E-mail 2
Blog
Fanpage
Twitter
Wattpad

Tag: Eu Otaku

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Pessoas que me inspiram: Aya Hirano

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Mais um post dessa sessão do blog. =D E escolhi mais uma cantora dessa vez.
Lembram que no post anterior eu disse que uns anos atrás a minha cantora favorita era outra. Era ela: Aya Hirano.
E sim, novamente por causa de Suzumiya Haruhi no Yuutsu, ela dubla a protagonista Haruhi e foi lá em que eu a conheci. Comecei pelas chara songs dela no anime e descobri sua carreira solo e passei a acompanhar. E alias, acompanho até hoje.
Ela tinha um estilo musical que gosto até hoj e sinto nostalgia de escutar as mais antigas dela. Mas, após o escândalo que ocorreu em 2010, por virtude de revelar sobre sua vida pessoal numa entrevista, a popularidade dela caiu. (Falei sobre isso num vídeo super antigo.) E realmente, acho que foi o melhor que pode ter acontecido com ela. Ser idol é só coisa ruim! Até citei na situação do seiyuu Hiroshi Kamiya:

"Acompanhei algo parecido em 2010 com a Aya Hirano, onde ela declarou em uma entrevista que já havia namorado e um rumor sobre ela ter dormido com membros da banda dela também surgiu. Foi bem semelhante ao que contei acima. Fãs rasgaram coisas, mandaram "Morra" em redes sociais. Isso manchou a carreira da Aya terrivelmente e ela perdeu toda a popularidade que tinha. Trocou de agência e de gravadora inclusive."

E sinceramente, essa coragem da Aya em ter falado sobre a vida pessoal, quando outras moças que são do mesmo ramo que ela, é o que me inspira. Agora ele não é só mais um rosto bonito, é uma seiyuu, cantora, atriz super talentosa. Ela tá fazendo o que gosta e é isso o que importa.
Admiro-a como pessoa e como artista. Adoro o jeito divertido dela de ser, até brinco dizendo que ela é meio doidinha.
Suas músicas embalaram minha adolescência e me inspiram muito até hoje. Até porque é sempre bom ouvir uns rock para alegrar a vida né?
E fico feliz que a música dela tenha amadurecido após a troca de gravadora.
Aya, sua linda!