Kyon #7: Inspirações para Despedida de Solteiro

segunda-feira, 30 de maio de 2016
Olá! É o Kyon aqui! Estavam com saudades de mim? haha
Cá estou com mais um postagem. E eu sempre foco na escrita por aqui, já que maioria dos posts que fiz até agora pelo menos foram assim.
E hoje, falarei sobre o meu segundo escrito, ainda inacabado, e também meu primeiro conto.
No blog do Kyon também tinha falado sobre ele. (O blog ainda está no ar e sempre estará haha)
Enfim, acho que vocês sabem muito bem que As Super Agentes inspiram e muito, tanto a mim quanto a Anelise. Pode-se dizer que milhares secundárias para as elas foram reaproveitadas para algo completamente novo.
O Despedida de Solteiro é mais uma das ideias que ela me deu permissão de usar e se trata de mais um dos rolos infinitos que Seiya e Anelise tem em sua cabeça.
Só troquei os nomes, mas as personalidades deles tentei manter bem parecida.
O Nick é o Ikki todinho, é o que carrega a veia cômica da história. As partes dele são que mais fazem rir!
Aria é uma romântica incondicional, apesar dos pesares mantem o amo pelo ex-namorado, mesmo que ele nunca possa ser seu. O que eles viveram nunca poderá ser apagado!
Luke é um cara indeciso, que não compreende os próprios sentimentos e ainda não notou que ama Aria. Mesmo que tenha se esforçado para tentar esquecê-la.
Carolina, a nova de Luke, é aquela típica mulher superficial e que teve uma treta "malégna" com a Aria antes. (Podemos dizer que roubo o Luke também.)
Não é uma história que tem alguma lição por trás, é só um romance com uma cena apimentada no meio para dar uma tensão.
Não tem nada de genial, é clichê até demais. Não tem representatividade, não tem nada. Peço desculpas por isso! E tomei vergonha na cara e terminarei de escrever. Uma pessoa perdeu o arquivo e conseguiu recuperar, mas eu perdi mesmo a cena do hentai. Serei obrigado a reescrevê-la!
Deixando a capa (não definitiva) e a sinopse para vocês. Quando postar os aviso!



Despedida de Solteiro

Sinopse: O ex-namorado de Aria vai se casar. Ela ainda é apaixonada por ele. Um amigo em comum, Nick, entre ela e o ex, está organizando a despedida de solteiro do rapaz e sabendo dos sentimentos que Aria ainda tem, faz uma aposta com ela. A garota acaba perdendo. Ela será a “despedida de solteiro” de Luke. Só que essa última noite trará antigos sentimentos de volta e que causarão consequências sérias nos preparativos finais do casamento!

Precisamos falar sobre... #0: Cultura do estupro

sexta-feira, 27 de maio de 2016


Olá, pessoal!
Essa postagem tá entrando de emergência mesmo. Eu acho necessário falar sobre isso.
E contarei como a 0 nessa categoria de postagem nova, explicarei o que é direito no nº 1. (Que inclusive já está escrita.) (Meu cronograma de postagem tá uma bagunça.) Vocês já devem entender para o quê é!
Um tema entro em evidência nesses últimos dias: Uma garota estuprada por 33 homens.
O pior de tudo é que ela foi dopada, é menor de idade, não teve proteção alguma (se bem que... né!) e também ela foi filmada e divulgaram no twitter.
Eu não vi o vídeo, só vi a imagem borrada que colocaram nas notícias. Sabia bem que não conseguiria ver aquilo e não ficar sentida, bem mais do que eu fiquei.
E existem casos assim todos os dias, mas eles não são noticiados. Sabe por quê?
Porque as mulheres tem medo de denunciar, por conta do julgamento que recebem de algumas pessoas afirmando que a culpa é dela. A culpa nunca foi delas! Não é! E nunca será!
Ninguém quer ser penetrado a força, com seus gritos de "não" sendo ignorados. Ou, como no caso, acordar em um local cheio de homens e você não ideia de onde está e o que aconteceu.
A burrice de terem divulgado foi o que chamou a atenção. Além do ato do estupro, ainda houve a divulgação das imagens da garota sem o consentimento dela. Só merda!
Apesar da empatia, eu não consigo imaginar o que a menina deve estar pensando agora. Ela recebeu muito apoio, tanto da família, quanto das pessoas na internet. Mas com certeza ainda está abalada!
E sabe o que me deixa mais triste nisso tudo? É que ainda teve gente que a culpou! Dando N razões para isso ter acontecido com ela. (Ah, sim, porque eu quero a minha vagina sangrando e em carne viva, é claro.)
Os homens que fizeram isso com ela não tem nem o direito de serem chamados de animais, nem de demônios. Só tem mesmo um adjetivo para defini-los: Bárbaros.
É nas pequenas neglicências da vida que isso continua "normal". Quando a gente compartilha de piadas machistas e que lugar de mulher é em casa cuidando dos filhos e do marido. Quando se diz que a vítima é culpada porque saiu sozinha a noite, usou roupa curta, etc. Nada justifica um estupro! Nada!

Desculpa, gente! Só queria desabafar.

Eu participo: Book Tour Pseudônimo Mr. Queen

segunda-feira, 23 de maio de 2016
Com prazer que anuncio que o blog está participando de mais uma booktour. Dessa vez do livro Pseudônimo Mr. Queen da autora Loraine Paiva. (Obrigada Gih por ter me falado dessa book tour. =D)
Vamos conhecer mais sobre o livro e sua autora. :3


Sinopse: O ano é 2012,
Dia 21 de dezembro,
E a temida profecia maia acaba de se cumprir.

Cidades devastadas,
Ruas vazias,
A população mundial bruscamente reduzida,
E a história dos sobreviventes começa a ser contada.

Os escolhidos iniciam um novo mundo, baseado nas novas regras passadas através dos sonhos.

Agora serão 2 vidas:
A primeira até os 70 anos,
A segunda, a partir dos 20 e até os 100.
150 anos no total.
Nenhum segundo a mais.

A nova sociedade começa a surgir:
Sem desigualdade,
Sem dinheiro,
Sem doenças,
Sem possibilidade de mortes prematuras,
Exceto por uma maneira.

Uma única maneira de morrer, mas que não pode ser revelada.
Um segredo que precisa ser guardado.
Para salvar a sociedade de si mesma.

Sobre a Autora:

Gaúcha, nasceu e vive em Porto Alegre. Graduada em Informática pela PUCRS e pós-graduada em Análise de Sistemas nesta mesma Universidade, trabalha há mais de dez anos na área de Tecnologia da Informação, como Administradora de Banco de Dados.
Além dos computadores, sempre teve muito interesse pelas formas de expressão artística, em especial a literatura, o cinema e a música. Sua mãe era educadora, e o contato com o seu trabalho lhe despertou desde muito cedo o gosto pela leitura. Além disso, sempre teve um espírito crítico bem aguçado quanto às questões comportamentais.
Gosta de escrever e busca inspiração naquilo que observa. "Criar personagens e situações que mexam com os leitores, explorando sentimentos e emoções tão comuns na vida de cada um de nós, como o medo, a insegurança, o ciúme, o amor, a paixão, a solidão, a ansiedade, e tantos outros, além de ser um grande desafio, é uma enorme fonte de prazer para mim."

Além disso, a autora está procurando mais pessoas para participarem desta booktour. Como faço então, Anelise? Só seguir as regras da book tour!

Estou ansiosa para ter o livro em mãos. Só li resenhas positivas sobre ele.
Mas, nada melhor que eu mesma tirar minhas conclusões, não é mesmo?

Review One Day

sábado, 21 de maio de 2016

Mais review de álbum. Dessa vez da linda da Yuuka Nanri. (Eu e esses seiyuus meio desconhecidos.)
Eis o underground do underground, como costumo falar. Mas, o Seiyuu World que me fez passar a amar essas coisas.
Yuuka é atriz e seiyuu e canta super bem.
Vamos a tracklist e eu falo sobre cada uma direitinho!

1. Relight Delight
É uma música super fofinha que abre o álbum. Tem aquele estilo popzinho da Yuuka mesmo. E com o refrão marcante e bem legal de cantar junto.

2. ONE DAY
Eis a música que intitula o álbum e é uma ótima escolha. Ele dá o tom bem pop e baladas que o álbuns tem. É aquela música que você facilmente chamaria de uma chara song de anime. (Para quem não sabe é como se fosse o personagem cantando.) A Yuuka puxa a voz para algo mais fino, por isso dá essa impressão.

3. Senkou no PRISONER ~album version (閃光のPRISONER)
Essa é a primeira single track presente. E todas elas tem um algo a mais para não ficar idêntico.
Esta música é uma abertura de anime, então ela tem esses elementos que só a Elements Garden sabe colocar. Lê-se: Violinos.
É uma música marcante. Sou suspeita para falar. Amo todos os singles dela.
E o que há de diferente? Eu nem percebo tanto, mas provavelmente é a batida que tá diferente. (Tipo o Unnamed World do Speed Star da Aya que tinha a bateria diferente.)

4. snow wind
Essa é uma b-side do single do Bloody Holic. (A segunda música no single, que é não a principal. Ainda terei que fazer um post explicando os termos.)
Acho que as B-sides mostram realmente qual é o estilo do cantor. E a Yuuka tem umas músicas bem calminhas assim.

5. Mashiro (真白; Pure White)
Essa música é nova. E ela tem um clima todo em acústico, com o piano e com a voz da Yuuka bem limpa, sem os instrumentais atrapalhando a voz.
É aquela música em que "unplugged version" vem a minha cabeça.
(E se não me engano tem vídeo disso.)

6. My Favorite Time ~Suteki na Tsuitachi (素敵な一日;)
Esta é a parte acústica do álbum mesmo. Mais piano e voz linda da Yuuka cantando uma música super amorzinho e que você quer cantar cada nota junto dela.
(Essa eu tenho certeza que tem vídeo.)

7. Good luck for you
E de volta aos pops, porque sim. O estilo muda sem nem avisar!
Temos mistura de violão, violão e uma batida bem leve.
"For happiness" <3

8. Mother land
O que dizer sobre esta música? Ai meu Kami!
Ele é um single digital da Yuuka, tem no Itunes. E gente, que música incrível. É o estilo de Jpop que eu curto escutar, mesmo que não seja muito seletiva assim.
O refrão é super marcante e cara... Só ouvindo! (Uma das minhas favoritas.)

9. BLOODY HOLIC ~add Chorus Mix 2015
Esta a mais um single. E o adicional dela é um coro que fica de fundo e deu um up bem legal na música. Você acaba cantando junto com ele!
Mais uma abertura de anime, que tem tudo o que uma tem direito. Animada e com uns toques de guitarra nas partes certas. E claro, um refrão que gruda, porque eles fazem isso.

10. LIVE ON! ~add Trance Mix 2015
Ouso dizer que, de longe, essa é a melhor do álbum. Foi uma das primeiras dela que eu ouvi, num álbum ao vivo dela. E eu me apaixonei pela música!
Tem aquele estilo de introdução de músicas da Minorin e da Nana. (Que eles botam um batidão no começo.) Mas aqui dura a música inteira.
Dá uma vontade de aumentar o volume e começar a dançar. Destaque para o "intervalo" da música. Lê-se: o "solo" se fosse rock.
Impossível ouvir uma vez só.

11. STELLAR
Pop, pop e pop. Só dá para definir essa música assim!
Com uns toques de violão e a voz fofíssima da Yuuka. Ouvindo aqui e cantei o refrão deixando a DIVA em mim se libertar.

12. Antiphona (アンティフォーナ)
Essa música até me lembra um pouco a Ayumi Hamasaki. Tem uns toques iguais aos dela no início, mas depois acaba assumindo o estilo da Yuuka.
Ousaria dizer que é uma balada! (Não sou lá entendedora de música.)

13. Nukumori (ぬくもり) (with Fumido)
E voltamos aos acústicos... Certeza que tem vídeo também. haha
Ele segue o mesmo estilo das irmãs lá de cima. E gente, como eu gosto dessa.
Eu vivo os dois extremos, o mega rock/batidão e o acústico. Bem eu mesmo!
E eu não me recordo quem é a Fumido na colaboração.
"Futari yume no naka e"

No geral, é um álbum que fecha bem a receita, dá para ouvi-lo de uma vez, sem pular nenhuma. É um álbum pop e acústico. Bem leve e delicioso de se ouvir.
Bem, povo. Mais uma review de álbum para vocês, sei que tinha um tempão que não fazia. E a minha lista a fazer só aumenta. haha Tô ferrada!
Mesmo não sabendo nada de música, gosto de deixar minhas avaliações sinceras.
Até a próxima!

Prêmio Dardos

terça-feira, 17 de maio de 2016

A Gih do Profissão Escritor me indicou para este prêmio, que também é meio que uma corrente e também para os blogueiros receberem o reconhecimento pelo conteúdo que produzem.

O selo foi criado em 2008 pelo autor Alberto Zambade do blog Leyendas de "El pequeño Dardo". Ele selecionou e indicou o selo a 15 blogs que ele considerou merecedores do prêmio, os quais também indicaram outros 15 e assim por diante.

A pessoa aqui nem tem 15 pessoas para indicar. Até porque eu nem visito tanta gente assim! Enfim, acho que todos os blogueiros merecem reconhecimento. Todos nos dedicamos aos nossos blogs, com certeza!
As regras do prêmio são:

  • Indicar blogs que preencham os requisitos acima para receber o prêmio;
  • Exibir a imagem do selo;
  • Mencionar o blog de que recebeu a indicação e inserir o link dele;
  • Avisar aos blogs escolhidos.

Seguem meus indicados:

1. My Queen Side
2. Over Shock
3. O Diário de uma Escritora Iniciante
4. Frases de Dramas e Filmes Asiáticos
5. Ayumi Hamasaki Downloads
6. Nana Mizuki Brasil
7. Seiyuu World Brasil (Amor próprio é tudo!)
8. Garota Zodíaco (Amor próprio é tudo! [2])
9. Comtrya Sugoi
10. The Hand that Feed HQ
11. Hikari no Akari no OST
12. Cantinho da Hanna-chan
13. Adrielli Almeida

Para quem não tinha quem indicar, até que foram bastantes. haha
Até indicaria a Gih de volta, mas acho que nem vale.
Até a próxima, povo!

Meu conto na Antologia "Poderes"

sábado, 14 de maio de 2016
 

Acho que vocês se lembram que eu já publiquei três contos em antologias da Andross Editora. Um em 2014, onde falei sobre aqui e dois em 2015, que vocês podem ler aqui.
Neste ano, consegui publicar mais um conto em antologia. Desta ver na Poderes da Darda Editora.
O organizador foi um amigo autor: Davi Paiva, que me fez o convite assim como fez a tantos outros escritores. E qual seria a temática em comum da vez? Os nossos personagens teriam super poderes. E cada um de nós colocou numa lista para evitar repetições. Eu escolhi: alterar a realidade através da escrita. (Uma fã de Poderosa foi detectada!)
E claro, tinha que narrar como um personagem masculino. Porque eu sou autora de Jimmy Wayn e tenho que fazer juz a isso sempre.
Fiz o meu personagem fazer (ou quase) o que eu sempre quis ver a JD fazendo. Ele é mais adulto e se envolve com muitos problemas por conta do poder dele.
No início estava bem surreal, eles entravam numa ditadura e tal, tava ruim. Ainda bem que o Davi mandou eu mudar, agradeço a ele por isso. Tudo bem que eu alterei o conto quatro vezes antes da versão final. Eu já não aguentava mais olhar e ler aquele conto e ter que tampar buraco. O poder do moço é bem apelão viu? Nada para ele! Já tava ficando louca e quase arrancando os meus ralos cabelos.
Mas, passou um tempo sem ler o conto e passei a amá-lo. Até porque foi muito sangue, suor, desespero e lágrimas por causa dele. Foi o mais difícil, mas também o melhor que eu fiz.
O conto é sobre o João, que tem o tal poder que disse lá em cima, que adolescência descobre que tudo o que ele escreve vira realidade. Ele sempre tomou muito cuidado, pois sabia bem o que poderia acontecer caso descobrisse o seu poder e isto acontece, com o melhor amigo dele. João acaba sendo manipulado por anos pelo amigo, até que resolve dar um fim naquilo de um vez por todas!
E tivemos palhaçada dos correios de novo. Cara, eles devem me amar muito, não é possível!
Enfim, pelo menos foi perto de casa que fui buscar os livros, mas levei mais um hora. Mas sai toda feliz.
Quero agradecer ao Davi e a Darda Editora por essa oportunidade!
E como sempre, acabei gravando um vídeo sobre. (Eu gosto, me deixa!)



E a Poderes está R$19,90, quem quiser comprar só falar comigo.
E quem não adquiriu os anteriores, ainda tenho alguns aqui, mas são os últimos. Então, não percam a chance. Porque depois não vai ter mais, pois a tiragem já acabou.
E teve o Mini Lançamento ~Episode 3~ no último dia 7 de Maio. Falei um pouco sobre no post do GZ.
Foto da propaganda! :3


Top 5 #17: Animes Underground

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Sejam bem-vindos a mais um Top 5 aqui no blog.
Vamos falar de anime? Vamos sim!
Quem me conhece sabe que eu simplesmente amo ser a underground da vida, seja em questão de livros, filmes, qualquer coisa. haha Animes entram nisso de uma certa forma!
Sim, eu assisto animes mais conhecidos, mas o underground, aquele que ninguém nunca viu me atraem bem mais. Eu gosto da sensação de "Só eu conheço isso".
Hoje listarei os melhores animes que ninguém conhece que eu vi. Claro, que é na minha humilde opinião.
Bora!

5- White Album / Koukaku no Regios
O primeiro foi porque estava numa onda de Aya Hirano x Nana Mizuki em 2009. E elas dublam as protagonistas desse anime, então eu tive que ver. Ele conta sobre duas idols, uma que é já estrela e a outra está em ascensão. É bem legal!
O segundo foi uma indicação do meu namorado. É uma história futurista doida da vida, em que as cidades são móveis e eles enfrentam uns bichos. Tem muito tempo que eu vi, mas era bem legal. Senão não citaria! haha Tem uma universidade que tem divide em alunos normais e os especiais, que são os que vão apra o lado de fora.  (E foi o primeiro anime que vi a Ayahi Takagaki. Adoro a Nina.)


4- Battle Programmer Shirase / Chrno Crusade
Ambos já tiveram postagens aqui no blog. E são realmente dois animes que eu amo e sempre cito quando posso.
BTS é sobre um do melhores hackers que existem e várias agências governamentais pedem a sua ajuda no decorrer do episódios e o engraçado é que Shirase não aceita pagamento em dinheiro, então arrumam uns peças super raras para ele. É um anime para rir e muito!
O segundo é de gênero sobrenatural e cara, vicia e muito. A gente entra na história e torce muito pela Rosette e o Chrno, mas eles acabam tendo um final triste. (Segura o spoiler.) E gente, se os demônios são que nem o Chrno e o Aion, ME LEVEM PRO INFERNO AGORA.
(Anime já citado no TOP 5 sobre finais mais tristes de anime.)


3- Girls Bravo!
Esse é aquele típico anime de comédia e hárem, também com Echii na veia.
Temos um garoto que a alérgico a meninas, que é o garoto dentro do hárem. E temos o menino que é alérgico a garotos e rende altas gargalhadas.
Existe um universo paralelo em que maioria da população é feminina e as todas as moças vêm deste tal lugar.
Arranca muitas gargalhadas e tem um romance fofinho também, entre a Miharu e o Yukinari-san.
Foi uns dos primeiros animes que assisti legendado nessa vida.

2- Vandread
Esse aqui é amorzinho da vida. Já falei sobre ele no blog também.
É o anime que tenho vontade de esfregar na cara das pessoas que usam de argumentos péssimos para justificar seus preconceitos, como: Dois iguais não reproduzem. E eu: Querido, vai ver Vandread.
Diria que é um Sci-fi futurista, em que existem dois planetas rivais, um só de mulheres e outro de homens. Piratas femininas roubam uma nave dos homens, sendo que tinham três dentro e ambas as naves se fundiram. Agora as moças tem que aprender a conviver com os moços.
Tem ação, comédia com comentários engraçados sobre partes do corpo do sexo oposto e tem milhares de pensamentos que surgem na sua cabeça. Ah, e tem a Parfet. DIVA, MARAVILHOSA!


1- Katanagatari
Quem me conhece sabe que eu amo demais esse anime e estou até hoje de luto por conta de uma morte que ocorre nele. E já falei dele no blog também!
Com seus episódios de quase uma hora e seu plot épico, Katanagatari está no meu coração até hoje.
Ele conta a história de Shichika e Togame, que partem em busca das doze especiais de um artesão de armas. Mas, o final, cara, é além das expectativas. É épico! Morre uma porrada de gente e eu vibrei com cada uma delas.
O Cheerio que falo nos meus vídeos veio por causa da dona Togame.

Enfim, gente, esse foi o Top 5 de hoje. Espero que tenham gostado!
Vocês já tinham pelo menos ouvido falar de algum desses? Só não vale porque viu aqui no blog. Refiro-me a antes disso! Respondam ai!
Até a próxima!

Tag: Querida eu mesma...

sexta-feira, 6 de maio de 2016
Olá, pessoal!
Trazendo mais uma tag aqui para o blog. Dessa vez é uma em que consiste em escrever uma carta para o seu eu de 10 anos atrás. (Da Anelise de 23 para a de 13.)
Fiz tanto em versão escrita, quanto em vídeo. Primeiro a escrita e depois o vídeo.
Confiram!


Querida eu mesma,

Eu sou você daqui há dez anos. Parece mentira né? Acho que a gente não pensa muito no futuro e tenho certeza que não faz isso. Te conheço!
Enfim, vim do futuro só para te dizer que as coisas estão bem ou quase. Mas, pelo menos estamos vivas. haha
Sei que tem pouco tempo que descobriu que tem miopia e está usando óculos. Sere realista com você: seu grau só vai  aumentar, mas passará a entender que o óculos faz parte de quem você é. E vai até gostar de tirar fotos com ele. Outra coisa: espere até os 22 para finalmente comprar uma armação vermelha.
E tem o aparelho ortodôntico também, mas, dele você logo se livrará e terá dentes lindos.
E sabe aquela história que começou a escrever: As Super Agentes? Nunca se esqueça dela. Afinal, foi por elas que tudo começou. Nunca deixei de colocar os seus pensamentos no papel e nunca deixe que as histórias não sejam contadas. Você é escritora! Só não sabe disso ainda.
E sua letra nunca vai melhorar, sendo realista. Não dá! Os personagens não esperam.
Também sei que sofreu muito nesta escola, mas isso faz parte da vida, infelizmente. Ainda vai passar por uns perrengues, mas saia sempre de cabeça erguida e mais forte.
Ainda vai descobrir novas paixões na sua vida. Um dia vai entender! (Essa parte eu pulei no vídeo. Porque fui interrompida várias vezes.)
Por último, porém não menos importante: continue sendo apenas você. Com seu jeitinho tímido, reclamão e bem humorado algumas vezes, vai conquistar os outros.
E não se preocupe que vai desencalhar, querida. Mesmo que não seja tão encanada com isso. Vai encontrar um menino legal (e chato) mas que te entende e ama mais que tudo.
Sou péssima com coisas mais pessoais, mas era somente apenas isso que tinha para lhe dizer.
Acredite em você!


Beijos,
Anelise do futuro


Kyon #6: Entrevista com o Kyon

terça-feira, 3 de maio de 2016
Olá, pessoas! Kyon aqui de novo.
E hoje, estou resgatando mais uma postagem do meu antigo blog.
E hoje será a primeira entrevista que Anelise fez comigo, lá em 2013. O post original pode ser visto aqui.
Nele eu falei sobre mime  sobre meus pensamentos, então vocês vão poder me conhecer um pouco mais!
Confiram...

Anelise entrevista o Kyon

1- Você gosta de postar no seu blog?
Claro que gosto. Quando comecei não era tão assim, mas com o tempo virei blogueiro e passei a gostar de fazer isso. É bom poder falar de alguma coisa. É bom ter algo a contar.

2- O que você acha de você mesmo?
Eu acho que sou como qualquer humano, espírito melhor dizendo, imperfeito. Tenho minhas qualidades e meus defeitos, eu sei disso e me esforço para melhorar. Sei também que tenho que estudar muito para poder chegar a perfeição e o melhor de mim.

3- É tão divertido assim falar de mim?
Uma coisa é verdade: É bem mais divertido falar dos outros. (risos) Eu até falaria de mim, se eu fosse encarnado e fizesse algo interessante. Mas, como eu te acompanho, eu só vejo o que você faz, de quem falarei então? É óbvio!
E admito que me divirto mesmo! Sou tão engraçado quanto você!

4- O que você faz quando eu paro de falar com você?
Eu fico apenas observando. E alias, essa foi uma característica que te ensinei bem.

5- O que faz quando está fora do blog?
Essa pergunta está meio repetida não? Haha
Enfim, converso com você, te observo, fico pensando em algo que posso postar no blog, estudo e muitas outras coisas.

6- Qual das minhas histórias mais gosta?
Difícil dizer, eu sou quase um co-criador, te ajudo com algumas ideias. Podem ser TODAS?
Todas elas são ótimas e me agradam muito. Alias, visitem o Contos Anê. Momento propaganda!

7- Como é ser meu mentor?
É um pouco complicado, mas esse tipo coisa é assim mesmo. Guiar alguém não é mole. Mas mesmo sendo teimosa e muito estressada, você sempre me escuta quando necessário. Sabe bem o que quer, mas é meio preguiçosa para ir atrás, né mocinha? Mas, eu sei, você consegue!

8- Se acha parecido com o Kyon? E com o Strider Hiryu?
Fisicamente falando não, até porque eu posso mudar a maneira como me pareço. Então, se eu quiser, eu posso ser o Kyon. De personalidade pode até ser que sim. Alguém que vive entediado e parece que ninguém o escuta, uma pessoa normal até demais.
Já o Strider? Bem, de jeito nenhum. Ele é muito OP (Over Power) para eu ser ele. Admito que ele é bonito, tem estilo, mas eu sou normal e imperfeito para ser algo como um ninja. Não que o Strider o seja, foi a melhor palavra que achei para explicar.

9- O que gosta de fazer sem mim no meio?
Pensar sobre mim; estudar, e não é matemática; passear um pouco por aí; visitar alguns amigos; etc.

10- Do que você não gosta?
De fazer, acho que é ficar atoa. Mas as outras coisas são: Pessoas que fazem mal a outras, os problemas deste mundo. Sei que não posso ajudar todos, tento apenas fazer minha parte com você.

11- Por que não deixa uma mensagem aos leitores do blog?
Agradeço a todas as visitas. Obrigado por aguentarem este ser que nem podem ver e tocar.
Obrigado por aguentarem-me contando as pérolas das Anelise e também os “Comentários do Kyon” que às vezes são infames.
Espero que continuem visitando o blog e poderem conversar e rir comigo. Só posso dizer mesmo: Obrigado a todos!

Espero que tenham gostado. Até a próxima!
Beijos do Kyon!