Mocinhos ou vilões?

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Existem vilões ou mocinhos na vida real?
Eu acho que não e que também depende muito da situação e do ponto de vista.
Não é uma coisa como a dos livros, em que há um personagem bonzinho e o outro malvado.
Na vida, há horas em somos um ou outro.
Para um amigo, somos bonzinhos. Para uma desavença, somos malvados.
É realmente uma questão que depende muito de quem a observa.
E a nossa vida não é uma história de livro, em que tudo vai acontecer as mil maravilhas perto do final. Existem muitos altos e baixos, muito mocinhos e vilões.
E tudo isso depende apenas dos personagens da nossa vida!

Um calo no dedo, uma unha manchada

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Eu costumo dizer que meus dedos fluem melhor com papel e caneta do que o teclado e uma página em branco. Ora por que?
Deve ser porque gosto de sentir tudo isso ao vivo, melhor dizendo, ao tato e a cores.
Digitar não te dá calo algum. Mas vai escrever para ver, se fizer demais você ganha um belo de um calo. Eu gosto disso!
Carrego minha marca de escritora no dedo médio da mão direita. Geralmente, é um que usamos para fazer mal, se é que entendem. Mas em mim, é o dedo que apoia a caneta para que ela escorregue no papel.
Outro dedo que também sofre é o indicador da mesma mão. Ao escrever demais com a caneta, acabo manchando a minha unha recém-feita no final de semana. Vira uma mistura de caneta com esmalte.
Mas esses dois não me dão raiva alguma. Sabe por que?
Porque eu tenho orgulho do que eu faço com eles.
As palavras realmente tem mais vida se elas vierem diretamente das mãos.

A magia para voar

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Hoje eu vou falar aqui de uma das primeiras histórias que eu inventei. Ela se chama A Magia para voar.
Calma que eu vou explicar tudo!
Eu era criança quando inventei isso e era a história que eu fazia num Storybook Maker que eu tinha no meu antigos Windows 95/98. 
Sempre fazia aquela história das duas crianças normais, que em um belo dia, ou melhor noite, são levados por uma fada a um reino nos céus. Daí para frente, eu realmente não fiz todos os detalhes.
Só que atualmente, ela me surgiu na cabeça de novo. E sabe aquela enorme vontade que dá de escrever? Pois é, assim que eu estou. Dia desses estava até detalhando melhor a história e vi que realmente pode ser tornar bom. Não que ela nunca tenha sido boa! Nunca foi é desenvolvida.
E sabe o melhor de tudo? Vai ser um conto e bem pequena. Gosto de escrever coisas curtas de vez em quando.