Lições dos animes

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Além de inspirar nossas vidas, os animes também nos ensinam muita coisa.
Os animes mostram a amizade, o amor, a família, a força, entre outras coisas.
Como esse tipo de coisa é importante em nossa vida.
O quanto uma amizade pode ser forte e durar, não importa o que aconteça.
As barreiras que o amor ter que enfrentar para o casal possa ficar junto.
Sem a família, sendo biológica ou de coração, não temos suporte e não somos nada.
A força está e vem de nós, só depende de nós mesmos para sermos fortes.
Mas não é só isso!
Eles mostram que a vida nem sempre é tudo as mil maravilhas, nós vamos ter momentos ruins e difíceis. Temos que encarar o inimigo que vier e derrubá-lo.
E no fim de tudo, a sensação de que fez o que era certo e deu o melhor de si para aquilo.
Isso que os animes ensinam, mesmo em japonês e tendo olhos grandes, o coração é o que traduz essas lições. E as faz se tornarem reais e realizadas na vida real!

Timidez

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Quem não é tímido e meio reprimido quando está em um ambiente de interação novo?
Timidez é normal em um primeiro momento, depois a pessoa se solta e se sente mais à vontade. (E aí que fode a porra toda! haha)
Tudo bem, estou generalizando demais. Tem gente que é cara de pau mesmo. Digamos, a maioria é tímida.
Eu sou bem assim por sinal, sou bem quietinha na minha. Eu não gosto de incomodar e até sinto um frio na barriga e um nervosismo quando vou apresentar algum trabalho. Ou até com alguma coisa nova.
Essa minha timidez e "ficar na minha" que me fazem esquecer do mundo e ser quem eu sou, ser desse jeito.
Mas ainda sou uma pessoa legal. Quando pego intimidade é que as pessoas descobrem a pessoa terrível (no bom sentido) que eu sou.
Sou assim também quando recebo um elogio. Fico vermelha, coloco as mãos no rosto. Só falta me esconder!

Janna

sábado, 15 de setembro de 2012

Vamos falar um pouco de games hoje. Mesmo eu não sendo uma jogadora tão boa assim.
Bem, eu jogo League of Legends. Não sou boa em bater nos outros, mas acho que muito boa em ajudar meus aliados a fazer isso. Lê-se: Jogo bem de suporte.
O personagem que eu jogo melhor e eu jogo com um amor é Janna.
Digamos que ela é uma maga de ar e tem um total feelings do Seiyus para mim. 
É o poder do Seiyus! (risos)
Eu não tenho muita coisa a dizer sobre ela, mas eu adoro ficar jogando os outros para o alto com os furações. E como é bom poder salvar os seus aliados.
Eu gosto de ter "o poder do vento sobre meu comando".
Me identifico com a Janna na personalidade, afinal suas emoções mudam assim como o vento.
A história da Janna (e de maioria dos personagens do jogo) é muito legal. Vejam!
Não tenho mais nada a falar dela. Suki de, Janna!



Personagens escritores

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Do mesmo jeito que sou escritora, me identifico muito com os que se assemelham a mim. 
O que é obviamente natural. A vida em geral é assim!
Mas como também gosto de acompanhar muitas histórias. E como os personagens são imagem e semelhança de seus criadores, lê-se humanos, existem os personagens que se assemelham a você. E por consequência acaba se identificando.
E isso acontece na mesma frequência que com as pessoas de verdade.
Posso ver como os escritores são pessoas tão complexas e difíceis. (E completamente fora do comum.)
Acho que os escritores tem esse ponto em comum, são pessoas sem (ou quase sem) sanidade alguma. 
São pessoas que tem uma percepção diferente do mundo. Eles percebem tanto o mundo que são capazes até de criar outro ou falar sobre o qual eles vivem.
Não importa se é personagem ou um humano mesmo, sendo escritor me identificarei com ele.

Dia do sexo

quinta-feira, 6 de setembro de 2012



Enfim, chegou o dia de eu falar disso aqui! haha Sou muito pervertida!
Está claro que não vou explicar sobre o quê é e nem vou ficar falando sobre a minha vida sexual. (Se é que eu tenho alguma.) O tema é...
Como o assunto sexo é abordado em nossa vida? E visto por nós?
Com muita repulsa e muita vergonha, na maioria das vezes. Considerado como tabu.
Tanto que muitos nem conversam sobre o assunto direito!
Alguns dizem que deve ser só depois do casamento e outros dizem ao contrário.
Há muitas divergências em diversos pontos desse tema.
Mas concordemos(ou pensemos) que entre quatro paredes muita gente muda e bastante. Estou generalizando por não saber o que acontece com cada qual!
Ao meu ver, o sexo não é só o ato físico em si. Tem que ter amor por trás dele.
Senão fica aquela coisa sem sal e completamente carnal, não é legal!
Tem que rolar os carinhos e as brincadeirinhas e a putaria também. (risos)
Quando se anda esse passo, o envolvimento já está bem maior e tudo se torna uma coisa prazerosa.
Não façamos do sexo uma coisa de animais e sim, uma coisa de humanos!

Menina isso, menino aquilo


Passou isto pela minha cabeça agora!
Desde criança, eu tentava entender o motivo de sacanearem o meu irmão por ele brincar de boneca. Eu não via nada demais na situação. 
Eu literalmente tomava as dores e falava:
-E quem disse que menina tem brincar de boneca e menino de carrinho?
Até hoje, essa mesma fala se repete em minha mente. 
Não há em nenhum lugar escrito que tem que ser assim e pronto. As pessoas convencionaram isso.
Mas sinceramente, é ridículo! É preconceituoso!
Não significa que você ao brincar com um brinquedo ou até usar uma cor duvidosa e contrária a seu sexo que você seja homossexual.
"Menina tem usar rosa e menino azul". 
"Menino brinca de carrinho e menina de boneca".  E mais outros exemplos.
Essas coisas tocam a minha alma e me irritam. Detesto essa coisa mesquinha de pessoas mesquinhas. Todos tem o direito de usar a cor, fazer o que quiser.
Agora vão me dizer que só mulher que tem cuidar da casa e dos filhos? O homem tem que trabalhar e trazer dinheiro para a casa?
"Mas isso não tem nada a ver". Mentira! A ideia é basicamente a mesma!
Isso é tão século XX. (Tudo bem que eu nasci no Séc. XX) Tão ultrapassado!
Por favor, esqueçam isso! 
Os sexos muito divididos e determinados é coisa do passado.